Turista brasileiro pode aproveitar a desvalorização do Peso Argentino para viajar

Rate this post

Cotação da moeda argentina teve desvalorização de aproximadamente 42% em 2016

Se você pretende viajar para o exterior, mas também receia a delicada situação econômica do Brasil e quer economizar o máximo possível em 2017, saiba que a Argentina pode ser o seu destino ideal. Isso porque a cotação do peso argentino está bastante favorável para o turista brasileiro: no decorrer deste ano, a moeda teve uma desvalorização de 42% até dezembro. Hoje o câmbio entre Real e Peso gira em torno de apenas R$ 0,21. Para acompanhar as oscilações e estar sempre por dentro da melhor coração do peso argentino, o Cambiar é a fonte ideal.

cotacao peso argentino real

A cotação do Peso Argentino chega a surpreender.

Afinal, desde o ano passado com a eleição de Mauricio Macri para a presidência do país, esperava-se que a Argentina saísse da crise econômica na qual está mergulhada. Toda a campanha do então candidato, que já foi presidente do Boca Juniors e é herdeiro do magnata Franco Macri, o colocava como excelente administrador acima de politicagens e ideologias.

Mas o ano de 2016 vai chegando ao fim e as reformas econômicas prometidas por Macri ainda estão longe de dar resultado. A inflação subiu de 26,5% para 40%, o desemprego de 7,1% para 8,5% e o PIB argentino continua a encolher.

Desvalorização do Peso Argentino

Se por um lado a situação é complicada para os argentinos, para o turista brasileiro pode ser uma oportunidade de viagem. O Peso Argentino, em 2016, não parou de despencar. Em 1º de janeiro, a moeda estava cotada em R$ 0,306. Agora, no dia 20 de dezembro, está em R$ 0,211.

Um dos fatores responsáveis por esta queda: Macri, na contramão do projeto progressista dos Kischner, afrouxou os controles de câmbio deixando que o Peso Argentino flutuasse livremente. Com isso, do ponto de vista global, o Dólar Americano passou a valer aproximadamente 16 pesos, o valor mais alto nos últimos anos.

valor do peso argentino frente ao real

Estímulo ao turismo

Some-se a isso o fato do governo argentino ter planos de estimular o turismo no país. Em setembro, o governo Macri anunciou a isenção de impostos sobre consumo (IVA) nas tarifas dos hotéis pagas por estrangeiros, o que pode baratear em até 21% os custos com hospedagem.

Hoje é possível encontrar pacotes em agências de viagem (passagens aéreas mais hospedagem) por menos de R$ 1.000 para duas noites em Buenos Aires, por exemplo.

Você pode gostar...

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *