Viagens Internacionais. Como Levar Dinheiro para o Exterior?

Rate this post

Na hora de fazer uma viagem internacional há muitas dúvidas de qual é a melhor forma de levar o seu dinheiro para o exterior. A dica da Cambiar de hoje é sempre diversificar as opções, escolhendo mais de uma alternativa para a sua viagem já que cada uma delas tem as suas vantagens e desvantagens.

Confira abaixo a lista com 5 opções de como levar dinheiro para o exterior que vão te ajudar na hora de fazer as suas escolhas:

Dinheiro em Espécie

Numa viagem Internacional sempre é recomendável levar um pouco de dinheiro em espécie para o país de destino, primeiramente porque você pagará menos no IOF comparados aos IOFs cobrados nos cartões internacionais; segundo porque o seu cartão lá na hora corre o risco de não funcionar e terceiro porque pode haver alguns lugares como feirinhas locais que só aceitam essa opção como forma de pagamento. Nunca é recomendável levar todo o dinheiro da sua viagem em dinheiro vivo, pois podem ocorrer perdas ou roubos no meio do caminho.

 Cartão Pré-Pago

O cartão pré-pago é um cartão de débito carregado antes da viagem ou durante a mesma – bastando o cliente ao fazer uso desta última opção, ligar para a casa de câmbio e pagar o câmbio via netbank – que é utilizado para fazer pagamentos diretamente nos estabelecimentos ou para fazer saques em caixas eletrônicos. A grande vantagem dessa forma de levar dinheiro é poder carregar o cartão em várias moedas, ou seja, se você pretende fazer uma trip passando por vários países da Europa, você pode carregá-lo com euro, libra, dólar… As desvantagens são que os cartões pré-pagos têm um limite de saque diário quando são feitos pelos caixas eletrônicos e existe uma tarifa variável cobrada pela bandeira do cartão por cada saque realizado via ATM.

Cartão de crédito ou débito internacional

O cartão de crédito é indicado para o final da viagem, caso o seu planejamento financeiro tenha saído do limite, pois ele oferece a vantagem de se pagar depois a fatura; a desvantagem é que como essa fatura será paga numa data futura, você pode não aproveitar o câmbio do dia da viagem, que pode estar em baixa, pagando um valor alto no dia do fechamento da fatura. Já com o cartão de débito você paga o câmbio na hora. Os 2 cartões possuem a vantagem de ser mais seguro do que o dinheiro vivo, pois se ocorrer perda ou roubo você simplesmente os bloqueia, não perdendo valor algum; a desvantagem é pagar um IOF bem mais alto do que o dinheiro em espécie.

Abertura de uma conta do exterior

 Se você pretende fazer um passeio para fora do país com uma duração mais longa ou até mesmo um intercâmbio, a abertura de uma conta no exterior é o mais indicado, pois possibilita driblar um pagamento muito alto do IOF. Essa opção não é viável para quem vai fazer uma viagem curta, pois toda conta aberta no exterior precisa ser declarada para a Receita Federal e nessa hora os tributos que serão cobrados podem ultrapassar os impostos das outras formas de se levar dinheiro para o exterior.

Travelers Cheques

Travelers cheques ou Cheques de viagem, é um papel, com valor definido, adquirido em bancos e casas de câmbio em moedas estrangeiras. Chegando ao seu destino para utilizá-lo basta assinar o papel e fazer o pagamento. Essa forma de levar dinheiro é umas das menos utilizadas hoje em dia, pois o uso dos cartões de crédito e débito substituíram essa opção, mas ainda há empresas no Brasil que oferece esse tipo de serviço. A desvantagem dessa opção é que nem todos os estabelecimentos em sua viagem irão aceitar essa forma de pagamento.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *