santiago chile - cotaçao peso chileno

Aproveite as promoções e a boa cotação do peso para curtir o frio na Argentina e Chile

Câmbio de Moedas Dólar Câmbio Turismo Euro Câmbio Turismo Turismo Viagens e Turismo

Se você adora frio e neve, aproveite a boa cotação do peso argentino e do peso chileno para visitar a Argentina e o Chile neste inverno.

Estimulados pela cotação de câmbio turismo favorável e pelo Mercosul que dispensa o uso de passaporte entre os países participantes, a Argentina e o Chile são boas opções para quem quer viajar para o exterior em agosto, sem gastar muito.

As melhores épocas para visitar esses países são a primavera e o outono, mas apesar disso o inverno também atrai muitos turistas que preferem a estação para conhecer ou voltar a países de clima frio e curtir o que eles têm de mais característico a oferecer. Além da gastronomia, muitos costumes dos países sul-americanos são orientados para o inverno.

Como a maioria das pessoas prefere viajar no verão, os meses de inverno (Junho a Agosto) são considerados período da baixa temporada na região. Mas para os turistas que adoram neve e têm o sonho de esquiar, o melhor momento para conhecer os países vizinhos é o inverno. No inverno a América do Sul vira um dos destinos mais requisitados pelos brasileiros que preferem viajar no inverno para curtir as “delícias” da estação: chocolate, fondue, lareiras crepitantes, pousadas charmosas, boa comida, paisagens características e conforto.

Para quem gosta de esquiar então, o inverno na América do Sul é uma boa pedida: fica perto e o tempo e o custo da viagem são bem menores que Europa ou Estados Unidos.

Tanto no Chile como na Argentina, julho é o auge da temporada de esportes de inverno. Nesse mês as estações de esqui ficam lotadas e tudo é mais caro. Por isso, o mês de agosto é uma boa pedida para quem quer aproveitar o frio, mas não gosta de lugares lotados e quer economizar um pouco.

buenos aires - cotaçao peso argentino

Aproveitando o inverno na Argentina e Chile

Claro que nem só de neve vivem os turistas que visitam os países vizinhos da América do Sul. As capitais Buenos Aires e Santiago são metrópoles bonitas e com características diferentes. Buenos Aires é uma cidade com ar cosmopolita, europeu, boa comida e uma cultura e vida noturna fascinantes. Santiago é uma cidade linda, moderna, arrojada, e ambas têm em comum o povo hospitaleiro.

O maior charme de Buenos Aires são os cafés, restaurantes e casas de show e, para muitos turistas, tudo fica mais perfeito no inverno. Apesar do frio, a maioria dos lugares é bem aquecida com calefação e lareira, desde hotéis e restaurantes até os táxis.

Santiago, a capital do Chile, é uma das cidades sul-americanas mais desejadas e visitadas pelos brasileiros. Cercada de montanhas com mais de 6.000 metros de altitude, em Santiago faz frio, mas nada que assuste muito. Já nas montanhas próximas à capital, esta é a época certa para quem quer sentir frio e praticar esportes de inverno.

As estações de esqui da Argentina e do Chile têm preços convidativos se comparados a destinos da mesma categoria na Europa e América do Norte. Mas, se você quer aproveitar preços melhores, o melhor é esperar para viajar em agosto e setembro quando as estações ficam mais vazias e tudo fica mais barato.

A estação de esqui mais famosa da América Latina é Bariloche que fica a 1.570 quilômetros de Buenos Aires. San Carlos de Bariloche é um lugar com boa estrutura e uma enorme variedade de passeios, ótimos restaurantes, bares, baladas, hotéis, natureza privilegiada e pontos turísticos de tirar o fôlego. Se o seu objetivo é ver neve e esquiar, a dica é ir entre o final de julho e agosto quando as chances de nevar forte são maiores e ver aquele cenário cinematográfico é praticamente certo.

bariloche

Que moeda levar para Argentina e Chile?

Santiago não é uma cidade barata como Buenos Aires, mas ambos destinos são super acessíveis para os brasileiros. Diferente da Europa, cada país tem sua moeda na América do Sul.

Apesar do nome semelhante, a Argentina utiliza o peso argentino e o Chile o peso chileno, as moedas tem cotações diferentes.

Além de levar dólar, moeda aceita amplamente nos dois países, antes de viajar acompanhe a cotação do Peso Argentino e Peso chileno e não deixe de levar pelo menos uma quantia. Se não quiser trocar todo seu dinheiro no Brasil, também pode levar Real e trocar lá com uma boa cotação. Devido às oscilações na taxa de câmbio e que cada lugar tem uma cotação diferente, compensa trazer um pouco de tudo: reais, dólares em notas altas, pesos, cartões de débito e de crédito, apesar de que muitos lugares dão desconto para pagamento em dinheiro e não incentivam o uso do cartão.

No câmbio negro, dólar e real têm boas cotações, mas cuidado. Como não é uma prática “oficial” nem garante recibo, a operação pode ser arriscada, pois pode resultar em notas falsas.

A boa notícia é que a taxa de câmbio é super favorável para nós. Enquanto na cotação do Peso Argentino atual 1 Real vale 4,6 pesos, a cotação do Peso Chileno é ainda mais favorável, com 1 Real valendo cerca de 202 pesos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *