Qual moeda levar para a Europa? Existe um valor máximo?

Notas europeias

Saiba quais são as melhores moedas para levar em sua viagem para a Europa!

A Europa é um continente maravilhoso, repleto de destinos culturais, históricos e turísticos que atraem viajantes de todo o mundo. Porém, além da dificuldade natural de saber quais países visitar, também surge a dúvida sobre qual moeda levar para a Europa.

De acordo com a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), 345 mil brasileiros viajaram para a Europa em 2017, número bem maior do que o observado em 2016, quando foram 242 mil viagens, ou seja, um aumento de 42,56%.

Com uma estimativa tão positiva de crescimento, saber qual é a moeda certa a se levar se torna mais importante, bem como o valor mínimo ou máximo que pode ser transportado. Ao sanar as principais dúvidas, sua viagem tende a ser ainda melhor!

Qual moeda levar para a Europa durante uma viagem?

Depende dos países que você pretende visitar, já que alguns deles adotam moedas diferentes em seu comércio, enquanto outros aceitam a mesma moeda.

Para entender melhor qual moeda levar para a Europa, é importante conhecer os países que compõem a Zona do Euro, o que possui influência direta na escolha das moedas que você precisará levar para a sua viagem.

Esse é o nome dado a uma união monetária da União Europeia onde alguns dos países que fazem parte dela adotaram o euro como sua moeda oficial. Ela também é conhecida como Área do Euro ou, informalmente, Eurozona.

A Zona do Euro é composta por Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, República da Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos e Portugal.

Entre os países da União Europeia, houve os que não adotaram o euro como moeda oficial, como Bulgária, Croácia, Dinamarca, Hungria, Polônia, Romênia, República Checa e Suécia.

Oficialmente, o Reino Unido, composto por Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales, não pertencerá mais à União Europeia a partir do dia 29 de março de 2019, no fenômeno conhecido como Brexit, mas mesmo quando ainda fazia parte do grupo, não havia adotado o euro como moeda oficial.

Bulgária, Croácia, Hungria, República Checa, Romênia e Polônia são os próximos países que aderirão à União Europeia e, com isso, passarão a usar o euro como moeda oficial, mas não existe uma data anunciada para essa transição.

Qual moeda é adotada por cada país da Europa?

Há 28 moedas usadas atualmente pelos 50 países da Europa. A mais comum é o euro, graças à Zona Euro, mas é importante conhecer também as demais, para que você não tenha dificuldades quando estiver em solo europeu. Veja a moeda oficial de cada país da Europa:

  • Albânia: lek (ou leque)

  • Alemanha: euro

  • Andorra: euro

  • Armênia: dram armênio

  • Áustria: euro

  • Azerbaijão: manat azeri

  • Bélgica: euro

  • Bielorrússia: rublo bielorrusso

  • Bósnia e Herzegovina: marco conversível

  • Bulgária: lev búlgaro

  • Chipre: euro

  • Croácia: kuna croata

  • Dinamarca: coroa dinamarquesa

  • Eslováquia: euro

  • Eslovênia: euro

  • Espanha: euro

  • Estônia: euro

  • Finlândia: euro

  • França: euro

  • Geórgia: lari

  • Grécia: euro

  • Hungria: florim húngaro

  • Irlanda: euro

  • Islândia: coroa islandesa

  • Itália: euro

  • Letônia: euro

  • Liechtenstein: franco suíço

  • Lituânia: euro

  • Luxemburgo: euro

  • Malta: euro

  • Moldávia: leu moldávio

  • Mônaco: euro

  • Montenegro: euro

  • Noruega: coroa norueguesa

  • Países Baixos: euro

  • Polônia: złoty

  • Portugal: euro

  • Reino Unido: libra esterlina

  • República Checa: coroa checa

  • República da Macedônia: dinar macedônio

  • Romênia: leiu romeno

  • Rússia: rublo russo

  • San Marino: euro

  • Sérvia: dinar sérvio

  • Suécia: coroa sueca

  • Suíça: franco suíço

  • Turquia: lira turca

  • Ucrânia: grívnia

  • Vaticano: euro

O euro é aceito por países da Europa onde não é a moeda oficial?

Moedas da Europa sobre as bandeiras da União Europeia e do Reino Unido.

Sim. Certas regiões também aceitam o euro por conveniência e pelo grande número de visitantes, embora não de maneira oficial, o que pode facilitar a vida de quem procura saber qual moeda levar para a Europa.

No Reino Unido, grandes lojas de departamento, principalmente as lojas em Londres que são consideradas como atrações turísticas, aceitam o euro como forma de pagamento.

A Suíça é outro país em que o euro pode ser usado, como em estações de trem, lojas e hotéis, o que facilita os pagamentos para quem vá passar apenas um dia ou esteja de passagem pelo país suíço.

Entre outros exemplos, o euro pode ser usado em países que possuem outra moeda oficial, mas é importante ressaltar que a cotação depende de cada loja ou estabelecimento que o aceita, já que essa será uma transação por conveniência.

Por isso, vale a pena pesquisar qual moeda levar para a Europa e, se for o caso, comprar aquela que é aceita oficialmente no país, já que as taxas de câmbio dos estabelecimentos podem não ser tão vantajosas.

Existe um valor mínimo e máximo para levar à Europa?

Depende de cada país. Como o custo de vida varia entre as nações, não há um valor único a ser considerado.

O valor mínimo deve ser aquele que permita ao turista passar um dia, incluindo hospedagem e alimentação, já que é preciso garantir ao país que a pessoa tem condições de se manter.

Em relação ao valor máximo, os brasileiros podem levar, no máximo, R$ 10 mil em espécie para outros países, fora cartões pré-pagos e de crédito. Para viajar com mais dinheiro, é necessário declarar o valor à Receita Federal.

Já na hora de voltar da Europa, podem ser transportados até € 10 mil, e o que passar disso deve ser declarado na alfândega.

Ainda que não haja um valor exato para a Europa, recomenda-se ter pelo menos € 70 por dia. Porém, é importante se precaver para a ocorrência de imprevistos, aos quais todos estão sujeitos.

Quem quer saber qual moeda levar para a Europa e não deseja viajar com muito dinheiro em espécie pode recorrer aos cartões pré-pagos ou de crédito. Inclusive, é recomendado sempre portar um cartão de crédito internacional, de modo a estar preparado para emergências e eventualidades.

Curta ao máximo sua viagem à Europa

Depois de conhecer as moedas usadas na Europa, você poderá viajar para o país que quiser, seja ele da União Europeia, da Zona do Euro ou não, sem medo de não ter a moeda utilizada naquela nação.

Não se esqueça: assim como deve acontecer ao comprar dólar, pesquise as cotações das moedas e as taxas de câmbio cobradas por cada estabelecimento. Assim, além de saber qual moeda levar para a Europa, você conseguirá economizar para a sua viagem!

Leia também

Cotação Câmbio Turismo

Cotação Câmbio Turismo

O site Cambiar.com.br apresenta a cotação do câmbio turismo das maiores instituições financeiras atuantes no mercado de câmbio varejo do país. Acesse e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *