Com esse artigo a Bolsa de Valores nunca mais vai ser um tabu!

Imagem de várias notas de dólar todas enroladas.

Como funciona a bolsa de valores e porque suas flutuações impactam diretamente na cotação do dólar

No que tange ao mundo dos investimentos, a bolsa de valores está entre os principais assuntos. Porém, o número considerável de pessoas e empresas que não sabem como funciona a bolsa de valores faz com que ela seja um motivo constante de dúvida.

De acordo com a pesquisa “Raio X do investidor brasileiro”, feita em 2018 pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), 58% dos brasileiros não possuem nenhum investimento e apenas 45% conhecem pelo menos um produto financeiro.

O desconhecimento da bolsa de valores é um dos motivos que levam a tais números, já que seu funcionamento pode fazer com que os investidores tenham bons lucros e, assim, iniciem uma nova trajetória rumo ao sucesso financeiro.

Entenda, de uma forma bem simples e prática, como a bolsa de valores funciona, porque ela influencia no valor do dólar e porque tantas pessoas recorrem a ela para aumentar seu faturamento.

Como funciona a bolsa de valores?

Basicamente, ela atua como um mercado, apelo qual pessoas físicas e jurídicas podem firmar transações comerciais para comprar e vender ações com plena segurança a todos os envolvidos.

As ações estão relacionadas ao patrimônio da empresa e quem a adquire passa a fazer parte do quadro de sócios. De acordo com o lucro ou o prejuízo apresentado pela companhia, quem adquiriu as ações pode ter seu dinheiro valorizado ou desvalorizado.

Para melhor compreensão, imagine que o funcionamento da bolsa de valores seja similar a um feirão de veículos organizado por uma instituição financeira, por meio da qual os compradores e vendedores entram em contato para negociar os veículos.

Os vendedores são empresas que desejam oferecer ações para a obtenção de verba, enquanto os compradores são investidores, que podem ser pessoas físicas ou jurídicas.

Já a instituição financeira é a BM&FBovespa (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo), instituída em 2008 mediante a fusão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e a Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), fundadas em 1890 e 1917, respectivamente.

Entender como funciona a bolsa de valores passa diretamente pela BM&FBovespa, já que é ela que oferece a segurança para que os compradores recebam suas ações e títulos e que os vendedores recebam o dinheiro.

Como ocorre o processo no mercado de ações?

Através de uma sequência de atos, desde o surgimento do interesse da empresa em vender suas ações até a conclusão da compra. Os passos são os seguintes:

Abertura de capital

Quando determinada empresa manifesta interesse na venda de suas ações para que consiga obter verba e, assim, investir em sua melhoria ou estabilizar as condições financeiras atuais, ela procede com o que é conhecido como abertura de capital.

Empresas interessadas em saber como funciona a bolsa de valores na prática devem proceder com um registro da companhia na bolsa, seguida da listagem das ações que serão oferecidas aos potenciais investidores.

Oferecimento das ações

As corretoras, que são instituições financeiras voltadas à área dos investimentos (assim como os bancos estão para a administração do dinheiro), passam a oferecer as ações disponibilizadas pelas empresas aos investidores interessados.

A esse tipo de transação, dá-se o nome de mercado primário, que é quando as corretoras procuram por investidores para a aquisição das ações.

Ao perceber isso, ocorre uma movimentação dupla: quem quer investir pode adquirir essas ações por acreditar que o preço irá aumentar, enquanto os detentores de ações podem querer vendê-las por achar que seu preço diminuirá ou mesmo por uma necessidade financeira.

É por isso que quem entende como funciona o mercado financeiro e investe nele presta atenção constantemente ao mercado de ações, já que pode ser que eles encontrem alguém que esteja vendendo ações a preços que eles julgam viáveis para a aquisição, e vice-versa.

Venda das ações pelos investidores primários

Se o investidor primário quer se desfazer de suas ações, então ele inicia uma ordem de venda na corretora e informa o valor que deseja obter por elas. Então, o sistema da corretora faz o envio automático da ordem para a BM&FBovespa.

Consequentemente, quem sabe como funciona a bolsa de valores e enxerga ali uma boa oportunidade manda uma proposta para a corretora, com o valor que julga viável pagar por elas, o que também acontece automaticamente.

Conclusão da transação

Por fim, se o sistema da bolsa de valores recebe uma ordem de venda e outra de compra da mesma empresa e pelo mesmo preço, então a transação é concluída, o que é conhecido como mercado secundário.

O comprador recebe suas ações e o vendedor toma posse de seu dinheiro depois de 3 dias úteis. O processo de compra e venda de ações é feito pela internet, através de um programa conhecido como home broker, disponível em diferentes opções.

Por que as ações influenciam a cotação do dólar?

Devido a um fator que influencia em praticamente todas as transações comerciais no mundo: a lei da oferta e procura.

Quem sabe como funciona a bolsa de valores ou procura entendê-lo deve ter percebido que existe uma flutuação considerável no preço do dólar quando o valor das ações sobe ou desce, o que não acontece por acaso.

Quando agentes de outros países desejam investir no Brasil, é preciso que eles vendam suas moedas e comprem o real para a conclusão da transação. O aumento na demanda faz com que a moeda brasileira seja valorizada em relação à estrangeira.

Geralmente, a moeda utilizada pelos investidores é o dólar, e sua venda em grande quantidade faz com que ela seja desvalorizada em relação ao real, o que causa as flutuações constantes na moeda norte-americana.

O movimento contrário, que é a queda dos índices da bolsa, indica que o volume de investimentos está em baixa. Como eles costumam ser feitos em dólares, então a quantidade dessa moeda no mercado diminui e, por consequência, sua cotação aumenta.

Dólar e bolsa de valores: uma relação contínua

Quem sabe investir na bolsa de valores pode aumentar consideravelmente seus lucros. Ainda que seja uma operação com risco relativo, estudar e aprender sobre ela pode resultar no surgimento de novos milionários em todo o mundo.

Depois de entender como funciona a bolsa de valores e como ela se relaciona com o fato de comprar dólar, você poderá compreender melhor o mercado financeiro e até mesmo se tornar o mais novo investidor na bolsa!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *